top of page

Septoplastia e Turbinectomia: como a combinação de procedimentos pode melhorar a respiração nasal

Início > Blog > Septoplastia e Turbinectomia: como a combinação de procedimentos pode melhorar a respiração nasal

septoplastia e turbinectomia

A septoplastia e a turbinectomia são procedimentos cirúrgicos frequentemente utilizados para tratar obstruções nasais e melhorar a respiração. Enquanto a septoplastia é realizada para corrigir o desvio do septo nasal, a turbinectomia é usada para remover parcial ou totalmente os cornetos nasais. Quando combinadas, as cirurgias podem reduzir a obstrução nasal, melhorar a respiração e reduzir os sintomas de ronco e apneia do sono, melhorando a qualidade de vida do paciente.


Descrição do procedimento


Septoplastia e turbinectomia são duas cirurgias realizadas em conjunto no nariz para corrigir problemas como desvio de septo e aumento dos cornetos nasais. A septoplastia é um procedimento que corrige o desvio de septo, enquanto a turbinectomia remove total ou parcialmente os cornetos nasais para melhorar o fluxo de ar e aliviar a congestão nasal.


A septoplastia e turbinectomia em conjunto são frequentemente realizadas com a técnica endoscópica, uma opção minimamente invasiva para corrigir problemas no nariz. A técnica envolve o uso de um endoscópio para proporcionar uma visualização clara das estruturas internas do nariz, resultando em procedimentos mais precisos e seguros. Além disso, a técnica endoscópica é menos invasiva do que os métodos tradicionais, resultando em menos desconforto e tempo de recuperação para o paciente.


A septoplastia e turbinectomia dura cerca de 1 a 2 horas, a duração é variável, dependendo do caso e da técnica utilizada.


Resultados e benefícios da combinação dos procedimentos


A combinação da septoplastia e turbinectomia pode melhorar significativamente a respiração nasal, reduzir a congestão nasal, melhorar a qualidade do sono e reduzir os sintomas de ronco e apneia do sono. A cirurgia pode aumentar a qualidade de vida do paciente e melhorar sua capacidade respiratória.


Tanto a turbinectomia quanto a septoplastia são procedimentos cirúrgicos que não afetam diretamente a aparência externa do nariz. Ambos os procedimentos são realizados internamente no nariz e, portanto, não há alterações permanentes na aparência. Se a pessoa deseja uma alteração estética no nariz, é necessário realizar um procedimento de rinoplastia estética junto.


Combinar a rinoplastia com a septoplastia e turbinectomia pode ser vantajoso para alguns pacientes, pois permite que todos os procedimentos sejam realizados de uma só vez, reduzindo o tempo de recuperação e evitando múltiplas cirurgias. Antes e depois de rinoplastia


Repouso, Cuidados pós-operatórios e Recuperação


É recomendando repouso absoluto de 1 a 2 dias após a cirurgia combinada de septoplastia e turbinectomia. O repouso ajuda a reduzir o inchaço e o desconforto durante as primeiras semanas após a cirurgia.


Os cuidados pós-operatórios da cirurgia combinada de septoplastia e turbinectomia incluem manter a área operada limpa, evitar tocar ou coçar o nariz para evitar infecções, usar os medicamentos prescritos pelo médico para controlar a dor e prevenir infecções, e evitar atividades físicas intensas durante as primeiras semanas.


A recuperação após a cirurgia combinada de septoplastia e turbinectomia leva em média de 7 a 14 dias, dependendo da extensão da cirurgia e da técnica utilizada. Nas primeiras semanas após a cirurgia, o paciente deve evitar atividades físicas intensas e esforço para permitir a cicatrização adequada.


Riscos e complicações potenciais


Como em qualquer procedimento cirúrgico, na combinação da septoplastia e turbinectomia há riscos e complicações potenciais associados à cirurgia, incluindo infecção, sangramento e problemas respiratórios. No entanto, a combinação da septoplastia e turbinectomia é considerada segura e os riscos são geralmente baixos.


O plano de saúde cobre a septoplastia e turbinectomia?


Conforme a lei brasileira, os procedimentos cirúrgicos realizados para tratar problemas funcionais de saúde, como a septoplastia e turbinectomia, são ser cobertos pelos planos de saúde. Esses procedimentos são considerados essenciais para melhorar a qualidade de vida e a saúde respiratória do paciente, e, portanto, a sua cobertura é obrigatória desde que sejam comprovadas a necessidade dos procedimentos.

 

Quem é a Dra. Danielly Andrade?


Sou médica otorrinolaringologista em Belo Horizonte e Nova Lima, formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2008, título de Especialista em Otorrinolaringologia pela ABORL / AMB.

Sou especialista em rinologia (funcional e estética), área da otorrinolaringologia que estuda e trata os distúrbios do nariz e dos seios da face, como obstrução nasal, desvio de septo, rinite, alergias, sinusite, alterações do olfato e sangramentos nasais.

Desde então me especializei nas cirurgias funcionais e estéticas do nariz.

​​

​Atuo como médica do corpo clínico-cirúrgico nos hospitais Mater Dei, Socor e Orizonti. Sou preceptora do serviço de especialização em otorrinolaringologia do Hospital Socor atuando na área de Rinologia.


"Meu foco é te ajudar a respirar bem pelo nariz e melhorar sua auto-estima, qualidade de vida e de sono."

bottom of page