top of page

Giba Nasal: Causas e Rinoplastia para Remoção

A giba nasal é uma proeminência óssea e cartilaginosa no dorso nasal que pode causar desconforto estético ou funcional. Ela é causada pelo aumento da altura do osso nasal e/ou do septo cartilaginoso e pode ser congênita ou adquirida.


A correção da giba nasal pode ser necessária tanto nos casos em que a proeminência causa desconforto estético quanto nos casos em que causa desconforto funcional, como dificuldade para respirar. Em ambos os casos, a correção da giba nasal pode exigir intervenção cirúrgica para melhorar a aparência e/ou a função respiratória do nariz.

A remoção da giba nasal é um dos motivos mais comuns que levam as pessoas a fazer uma rinoplastia estética (também conhecida como plástica no nariz).

Este artigo explicará o que são as gibas nasais, por que acontecem e o que esperar se você decidir remover cirurgicamente uma giba nasal.


O que normalmente causa a giba nasal?

A giba nasal é causada pelo aumento da altura do osso nasal e/ou do septo cartilaginoso que separa as narinas. A condição pode ser congênita, ou seja, presente desde o nascimento, ou adquirida ao longo da vida por fatores como trauma no nariz, inflamação crônica das vias aéreas superiores ou envelhecimento natural.


A giba nasal pode afetar a estética do nariz e também a função respiratória, podendo causar dificuldades respiratórias e apneia do sono em casos mais graves.



Giba Nasal antes e depois


A giba nasal afeta a respiração?

Sim, a giba nasal pode afetar a respiração em algumas pessoas, especialmente se a proeminência obstruir parcial ou totalmente as vias aéreas superiores. Isso pode levar a problemas respiratórios, congestão nasal, respiração ruidosa, dificuldade para respirar pelo nariz e apneia do sono em casos mais graves.


Além disso, a giba nasal pode aumentar o risco de infecções respiratórias. A correção da giba nasal pode melhorar significativamente a função respiratória em muitos casos, desde que a obstrução seja causada pela proeminência óssea ou cartilaginosa e não por outras condições respiratórias subjacentes.


Quais as opções para diminuir da giba nasal?


A correção da giba nasal pode ser feita por meio de cirurgia plástica, conhecida como rinoplastia. A rinoplastia pode ser realizada de diferentes formas, dependendo do caso e das necessidades do paciente, e pode incluir técnicas de ressecção, reposicionamento e/ou enxertia de cartilagem e osso para diminuir ou remodelar a giba nasal.


A raspagem de giba nasal é uma técnica específica de rinoplastia em que o cirurgião remove o excesso de osso ou cartilagem do dorso nasal para reduzir a altura da giba.


Rinoplastia para remoção da giba nasal antes e depois


Antes e depois giba nasal

Antes e depois giba nasal


Antes e depois giba nasal

Qual é o preço da rinoplastia de remoção da giba nasal?

O preço da rinoplastia para remoção da giba nasal pode variar bastante de acordo com a região geográfica, a experiência do cirurgião, a complexidade do caso, entre outros fatores. Em geral, o paciente deve arcar com todos os custos da cirurgia, já que a rinoplastia estética não é considerada uma cirurgia funcional e não é coberta por planos de saúde.


O preço médio da rinoplastia pode variar entre R$ 15.000,00 e R$ 35.000,00, mas é importante escolher um cirurgião experiente e qualificado para garantir um resultado seguro e satisfatório. É recomendado que o paciente pesquise cuidadosamente e solicite informações detalhadas sobre os custos envolvidos antes de decidir fazer a cirurgia.


A rinoplastia de remoção da giba nasal é coberta pelos planos de saúde?


A cirurgia para remoção da giba nasal é considerada uma cirurgia estética e, portanto, não é coberta por planos de saúde. No entanto, em casos em que a giba nasal causa obstrução nasal significativa e leva a problemas respiratórios, a parte funcional da cirurgia pode ser considerada uma necessidade médica e, portanto, pode ser coberta pelo plano de saúde. Nesse caso o paciente precisa arcar com a parte estética.


A diferença entre a remoção da giba nasal com objetivos funcionais e estéticos é que na remoção funcional, o objetivo é melhorar a função respiratória do nariz, enquanto na remoção estética, o objetivo é melhorar a aparência do nariz.


Na remoção funcional, o cirurgião remove o excesso de osso e cartilagem do dorso nasal para melhorar a passagem de ar pelo nariz. Já na remoção estética, o cirurgião usa técnicas para remodelar o nariz e melhorar sua aparência. Em muitos casos, a cirurgia tem objetivos funcionais e estéticos em conjunto, buscando melhorar tanto a aparência quanto a função respiratória do nariz. Essa é uma das dúvidas mais comuns no consultório.


 

Quem é a Dra. Danielly Andrade?


Sou médica otorrinolaringologista em Belo Horizonte e Nova Lima, formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2008, título de Especialista em Otorrinolaringologia pela ABORL / AMB.

Sou especialista em rinologia funcional e estética, área da otorrinolaringologia que estuda e trata os distúrbios do nariz e dos seios da face, como obstrução nasal e desvio de septo e cirurgias estéticas do nariz como a rinoplastia.

​​

​Atuo como médica do corpo clínico-cirúrgico nos hospitais Mater Dei, Socor e Orizonti. Sou preceptora do serviço de especialização em otorrinolaringologia do Hospital Socor atuando na área de Rinologia.

Comments


bottom of page