Sinusectomia (Cirurgia de sinusite)

Tudo o que você precisa saber sobre a cirurgia de sinusite.

A sinusectomia é um procedimento cirúrgico conhecido como cirurgia de sinusite, o objetivo dessa cirurgia é a abertura e drenagem dos seios paranasais.  A cirurgia é realizada através da técnica de cirurgia endoscópica nasal.

Quando eu preciso de uma sinusectomia?

Seu cirurgião otorrino pode recomendar esse tipo de cirurgia se você tiver:

  1. Sinusite crônica que não respondeu ao tratamento médico

  2. Sinusite recorrente

  3. Poliose nasal (pólipos nasais)

  4. Tumores nasais

Como é realizada a Sinusectomia?

Sinusectomia

Utilizando a técnica de cirurgia endoscópica nasal é uma cirurgia minimamente invasiva do nariz e seios paranasais (Fig. 1), é realizada sob anestesia geral (com o paciente completamente adormecido). A operação é feita pelo nariz, através de um endoscópio, sendo um tubo especial iluminado que permite ao cirurgião visualizar o nariz e as cavidades nasais durante a cirurgia. Não há incisões externas na face. Durante a cirurgia, os seios da face bloqueados são abertos para facilitar a drenagem do muco dos seios da face. Muitas vezes, uma septoplastia (procedimento para endireitar o septo (partição ósseo-cartilaginosa entre as fossas nasais esquerda e direita) também pode ser realizada para permitir o acesso às cavidades sinusais.

Quais são os riscos de uma sinusectomia?

Os riscos da cirurgia endoscópica nasal podem ser divididos em complicações maiores e menores. As principais complicações incluem lesões no cérebro, olhos e grandes vasos sanguíneos, embora essas complicações sejam muito raras (muito menos de 1%). As complicações menores incluem faixas de cicatrizes nos seios da face, sangramento leve e hematomas ou inchaço ao redor do olho. Pacientes com pólipos nasais apresentam maior risco de recorrência da doença. No entanto, uma combinação apropriada da cirurgia e tratamento médico de longo prazo pode reduzir o risco de recorrência de pólipos após a cirurgia. Portanto, é importante que esses pacientes sejam acompanhados regularmente pelo cirurgião otorrino.

Com a disponibilidade do sistema de orientação por imagem durante a cirurgia dos seios da face, os riscos de complicações maiores são significativamente reduzidos. Usando o endoscópio, o cirurgião consegue confirmar a posição dos instrumentos operacionais em relação a estruturas críticas como o olho, o cérebro ou os principais vasos sanguíneos. Isso é particularmente importante quando há necessidade de revisão de uma cirurgia realizada anteriormente, em que pode haver muitas cicatrizes e distorção de marcos cirúrgicos importantes da (s) cirurgia (s) anterior (es).

Quanto tempo dura e como é o período de recuperação?

Após a cirurgia dos seios da face, o cirurgião geralmente coloca curativos nas cavidades dos seios da face para evitar aderências pós-operatórias e para minimizar o sangramento. Esses curativos podem ser absorvíveis (que não requerem remoção) ou não absorvíveis (que geralmente são removidos entre 5 e 10 dias após a cirurgia).

Devido à técnica moderna de cirurgia endoscópica nasal muito raramente os cirurgiões colocam curativos adicionais na cavidade nasal (“tampões nasais”) para minimizar o sangramento após a cirurgia. Quando utilizados esses “tampões nasais” geralmente são removidos em 1 – 2 dias. Dependendo da extensão da operação do seio nasal, o paciente pode ter permissão para ir para casa no mesmo dia (como um procedimento cirúrgico diurno) ou pode ser internado e observado durante a noite. É comum que os pacientes sintam que o nariz está obstruído devido ao material do curativo e aos coágulos sanguíneos. Uma gaze nasal (“reforço”) será colocada sob o nariz para coletar o sangue que escorrer (Fig. 2). Isso geralmente é removido antes de o paciente ir para casa. Pode haver dor leve após a cirurgia, mas geralmente é bem controlada com analgésicos.

 

Os pacientes são instruídos a lavar o nariz com soro fisiológico 2 a 3 vezes ao dia. Isso é muito importante para manter os seios da face limpos e úmidos, ajudando assim a acelerar a cura e a recuperação da função dos seios da face. A lavagem nasal é continuada por pelo menos várias semanas após a cirurgia e os pacientes serão informados sobre quanto tempo devem continuar com isso pelo cirurgião.

 

Na primeira consulta clínica (geralmente entre 5 e 10 dias após a cirurgia), os materiais do curativo serão removidos. O cirurgião limpará as cavidades nasais com o auxílio de um endoscópio e sucção. Depois disso, a maioria dos pacientes se sentirá muito melhor. O paciente deve conseguir retornar ao trabalho 1 a 2 semanas após a cirurgia do seio nasal. A recuperação completa dos seios da face pode levar até 3 meses, embora a maioria dos pacientes se sinta bem o suficiente para realizar suas atividades diárias normais após 1 a 2 semanas.

Posso fazer outro procedimento como uma Rinoplastia (Rinoseptoplastia) ou uma Septoplastia associada a sinusectomia?

Se você já pensou em mudar a aparência do nariz, ou sofre com as consequências de um desvio de septo grave, pode ser uma boa ideia considerar ser submetido a uma sinusectomia e uma rinoplastia e/ou septoplastia ao mesmo tempo. A correção estética do nariz deve sempre ser feita considerando aspectos funcionais, por isso o otorrinolaringologista é o profissional mais indicado para realização de correções do nariz.

A rinosseptoplastia permite que você obtenha os resultados funcionais e estéticos que deseja, sem passar por várias cirurgias e várias rodadas de anestesia, sem mencionar os vários pagamentos. Você não só conseguirá respirar com mais facilidade, mas também experimentará uma melhora precisa na aparência do seu nariz.

Existe alguma restrição alimentar após a sinusectomia?

Não.

Quando posso retomar a atividade física intensa?

Como o processo de cura varia de pessoa para pessoa, geralmente é aconselhável que os pacientes evitem qualquer atividade física pesada (por exemplo, levantamento de peso, exercícios aeróbicos intensos) por pelo menos um mês após a cirurgia, atividades físicas de contato podem demorar ainda mais, principalmente se algum procedimento estético (Rinoplastia) ou no septo (septoplastia) foi realizado conjuntamente. Cada caso é um caso e será avaliado individualmente pelo médico.

Qual o preço da Sinusectomia? Meu plano de saúde cobre a sinusectomia?

Sim, seu plano de saúde deve cobrir sua cirurgia de sinusectomia. Lembrando que os planos de saúde não cobrem procedimentos estritamente estéticos, nesse caso se você optar por realizar um procedimento estético (rinoplastia) com a sinusectomia este será cobrado a parte.