top of page

As principais dúvidas sobre desvio de septo esclarecidas

Desvio de Septo
Desvio de Septo

O que é desvio de septo?


Desvio de septo é uma condição em que o osso e a cartilagem que separam as cavidades nasais estão deslocados para um lado, o que pode causar dificuldades de respiração, problemas de olfato e outros sintomas.


O que acontece com quem tem desvio de septo?


Desvio de septo é uma condição em que o septo nasal, que separa as duas narinas, é deslocado para um lado, obstruindo parcialmente ou completamente uma das narinas. Isso pode levar a uma variedade de sintomas, incluindo dificuldade para respirar, ronco, ressecamento nasal, infecções frequentes e dor de cabeça. Em casos graves, o desvio de septo pode afetar a qualidade de vida e a saúde geral das pessoas. O tratamento pode incluir o uso de spray nasal, cirurgia ou ambos.


Quando o desvio de septo é grave?


Um desvio de septo é considerado grave quando causa sintomas significativos que afetam a qualidade de vida das pessoas. Estes sintomas podem incluir obstrução nasal crônica, dificuldade para respirar, dor de cabeça, infecções frequentes no nariz e no ouvido, sinusite, problemas de respiração durante o sono, como apneia do sono, e perda de olfato. Em casos graves, o desvio de septo pode afetar a saúde geral das pessoas e tornar-se mais difícil de tratar. Por esta razão, é importante considerar o tratamento precoce para evitar complicações adicionais.


O que acontece se não operar desvio de septo?


Se não tratado, o desvio de septo pode levar a complicações adicionais. Algumas das consequências incluem sinusite crônica, infecções repetidas no nariz e no ouvido, obstrução nasal persistente, dor de cabeça, perda de olfato e até mesmo problemas de respiração durante o sono, como apneia do sono. Além disso, o desvio de septo pode piorar com o tempo, tornando-se mais difícil de tratar. Portanto, é importante considerar o tratamento, seja com medicamentos ou cirurgia, para evitar complicações adicionais.


O que o desvio de septo pode causar?


O desvio de septo, que é a condição em que o osso ou cartilagem que divide o nariz está deslocado para um lado, pode causar uma série de sintomas e problemas de saúde. Alguns dos problemas mais comuns incluem dificuldade para respirar pelo nariz, ronco excessivo, congestão nasal, sinusite, infecções do trato respiratório superior, dores de cabeça e problemas de sono, como apneia do sono. Além disso, o desvio de septo também pode afetar a aparência do nariz e causar desconforto ou dor. Em casos graves, o desvio de septo pode levar a complicações mais sérias, como perda de olfato ou infecções crônicas dos seios nasais. Por essas razões, muitas pessoas optam por realizar uma cirurgia para corrigir o desvio de septo.


Quando é necessário operar desvio de septo?


A cirurgia para correção de desvio de septo é geralmente indicada quando os sintomas afetam significativamente a qualidade de vida das pessoas e não são aliviados com tratamentos menos invasivos, como medicamentos. Alguns dos sintomas que podem indicar a necessidade de cirurgia incluem obstrução nasal crônica, dificuldade para respirar, dor de cabeça, infecções frequentes no nariz e no ouvido, sinusite, problemas de respiração durante o sono, como apneia do sono, e perda de olfato. A decisão de realizar a cirurgia é feita após uma avaliação cuidadosa dos sintomas e da história médica das pessoas, juntamente com a opinião de um especialista em otorrinolaringologia.


Quem tem rinite tem desvio de septo?


Não necessariamente. Embora muitas pessoas com desvio de septo possam ter rinite, nem todas as pessoas com rinite têm desvio de septo. A rinite é uma condição inflamatória do revestimento nasal que pode causar obstrução nasal, coriza, espirros e outros sintomas. Já o desvio de septo é uma anormalidade estrutural no septo nasal que pode causar obstrução nasal e outros problemas respiratórios. Embora as duas condições possam coexistir, a rinite pode ser causada por uma série de fatores, incluindo alergias, infecções e outras condições médicas, além do desvio de septo.


Quem tem desvio de septo tem sinusite?


Não necessariamente. Embora muitas pessoas com desvio de septo possam ter sinusite, nem todas as pessoas com sinusite têm desvio de septo. A sinusite é uma inflamação dos seios nasais que pode causar dor de cabeça, congestão nasal, febre, dor no rosto e outros sintomas. O desvio de septo é uma anormalidade estrutural no septo nasal que pode causar obstrução nasal e outros problemas respiratórios. Embora as duas condições possam coexistir, a sinusite pode ser causada por uma série de fatores, incluindo infecções, alergias e outras condições médicas, além do desvio de septo.


Como descobrir se tenho desvio de septo?


A maneira mais precisa de determinar se alguém tem desvio de septo é através de uma avaliação médica por um especialista em otorrinolaringologia. Durante a avaliação, o médico pode inspecionar o nariz usando uma endoscopia nasal e um instrumento de iluminação ou solictiar uma ressonância e/ou tomografia para visualizar o interior do nariz. Além disso, o médico pode avaliar outros sintomas, como obstrução nasal, dificuldade para respirar, dor de cabeça, infecções repetidas do nariz e do ouvido, sinusite, problemas de respiração durante o sono, como apneia do sono, e perda de olfato, para determinar se o desvio de septo está contribuindo para esses problemas. A partir daí, o médico pode determinar se é necessário um tratamento, como medicamentos ou cirurgia.


O desvio de septo é uma anomalia na posição do septo nasal, que separa as cavidades nasais, e pode afetar a respiração e a estética nasal, mesmo que o nariz pareça reto ao olho nu.


Quem tem desvio de septo tem nariz torto?


Não necessariamente. O desvio de septo nasal é uma condição em que o osso e/ou cartilagem que separam as duas cavidades nasais estão deslocados para um lado. Embora o desvio de septo possa levar a uma aparência torta no nariz, muitas vezes o desvio não é suficiente para causar uma deformidade óbvia ou nariz torto. Além disso, uma pessoa pode ter uma aparência normal do nariz, mas ainda, sim, apresentar um desvio de septo significativo que afete sua função respiratória. Em resumo, é possível ter desvio de septo sem ter nariz torto, e a aparência do nariz pode não indicar a presença de desvio de septo.


Nariz torto - Laterorrinia
Nariz torto - Laterorrinia

O que causa desvio de septo?


Desvio de septo é causado por uma anomalia no osso ou cartilagem que separa as duas narinas do nariz. A causa exata pode variar, mas geralmente inclui uma combinação de fatores genéticos e ambientais, incluindo traumatismo nasal ou lesão. Algumas condições, como o crescimento desproporcional do nariz ou o desenvolvimento de tecido adicional, também podem contribuir para o desvio de septo.


Como tratar desvio de septo?


O tratamento para desvio de septo inclui tratamento clínico com medicamentos, como descongestionantes nasais ou antibióticos, ou cirurgia, conhecida como septoplastia. A escolha entre estas duas opções de tratamento depende da avaliação do médico otorrinolaringologista, que levará em consideração a gravidade da condição, os sintomas apresentados e as preferências do paciente. A cirurgia é geralmente a opção mais efetiva para corrigir o desvio de septo e melhorar a respiração, mas pode ser evitada em casos menos graves ou quando o tratamento clínico é bem-sucedido.


Como é feita a cirurgia de desvio de septo?


A cirurgia de desvio de septo é feita por um otorrinolaringologista especialista em nariz. Ela consiste em corrigir a curvatura do osso ou cartilagem do septo nasal, que separa as narinas, alinhando-o para permitir uma respiração mais fácil. A cirurgia é realizada geralmente com anestesia geral, necessita entubar, e pode durar de 1 a 2 horas. O procedimento pode ser realizado por meio de uma incisão na parte interna das narinas ou uma incisão externa na parte da columela nasal. Em ambos os casos, o objetivo é remover a parte da cartilagem ou osso que está obstruindo o fluxo de ar.


Como fica o nariz depois da cirurgia de desvio de septo?


Aparência do nariz após a cirurgia de correção de desvio de septo depende do tipo e da extensão da cirurgia. Na maioria dos casos, o objetivo da cirurgia é corrigir a obstrução nasal e melhorar a função respiratória, em vez de alterar a aparência do nariz. No entanto, em alguns casos, a cirurgia pode incluir a correção de outras anormalidades estruturais do nariz, como desvios, protuberâncias ou outras deformidades. Em geral, o resultado final da cirurgia é uma respiração mais fácil e um nariz mais simétrico e funcional. No entanto, é importante lembrar que o processo de recuperação pode levar algum tempo e que o resultado final pode não ser imediatamente visível. É importante discutir as expectativas e o resultado esperado com o cirurgião antes da cirurgia.


A cirurgia de desvio de septo é coberta pelos planos de saúde?


O procedimento de septoplastia é realizado para corrigir problemas funcionais do septo nasal, como a obstrução nasal. Embora possa haver algum impacto na forma do nariz, esses impactos são mínimos, o objetivo principal da cirurgia é melhorar a respiração e corrigir problemas funcionais. Esse procedimento é coberto integralmente por todos os planos de saúde, pois não é realizada com os objetivos estéticos de mudar a aparência externa do nariz.


Por outro lado, a rinoplastia é uma cirurgia estética do nariz cujo objetivo é mudar a forma ou o tamanho do nariz. Se o objetivo é mudar a aparência externa do nariz, é necessário fazer uma rinoplastia, e não somente uma cirurgia de desvio de septo.


É importante destacar que a cirurgia de desvio de septo é sempre coberta pelo plano de saúde, diferentemente da rinoplastia, que é uma cirurgia estética e não é coberta pelos planos de saúde.


Quando o paciente deseja corrigir o desvio de septo e alterar a forma do nariz, o plano de saúde irá cobrir integralmente a parte da cirurgia referente à correção do desvio de septo, enquanto a parte relativa à rinoplastia deverá ser paga pelo paciente de forma particular.


Como é a recuperação (pós-operatório) da cirurgia de desvio de septo?


A recuperação pós-operatória da cirurgia de desvio de septo pode variar conforme o paciente e a complexidade da cirurgia. Em geral, o paciente pode sentir algum desconforto e congestão nasal nos primeiros dias após a cirurgia, mas esses sintomas geralmente melhoram rapidamente. O médico pode prescrever medicamentos para controlar a dor e reduzir a inflamação.


Não é comum que o paciente tenha que colocar um tampão nasal e ele tem que evitar atividades físicas intensas por algumas semanas. A primeira consulta com o médico geralmente ocorre alguns dias após a cirurgia e as atividades normais podem ser retomadas em uma ou duas semanas, desde que o paciente siga as recomendações do médico. É importante lembrar que o tempo de recuperação pode variar e que o paciente deve discutir as expectativas e as preocupações com o médico antes da cirurgia.


Qual a diferença entre Septoplastia e Rinoplastia?


A rinoplastia e a cirurgia de desvio de septo são procedimentos diferentes, com objetivos diferentes. A rinoplastia é uma cirurgia plástica realizada para corrigir ou melhorar a aparência externa do nariz. Isso pode incluir ajustes no tamanho, forma, ângulo ou proporção do nariz. O objetivo é melhorar a aparência do nariz, enquanto a função respiratória é secundária.


A cirurgia de desvio de septo, septoplastia, por outro lado, é realizada para corrigir ou melhorar a função respiratória nasais. Isso pode incluir a reposição do osso e/ou cartilagem que estão deslocados, para restaurar a simetria das cavidades nasais. O objetivo principal é melhorar a respiração, enquanto a aparência estética é secundária.


Em alguns casos, as duas cirurgias podem ser combinadas para corrigir tanto a aparência quanto a função respiratória do nariz, o que chamamos de rinosseptoplastia.

 

Dra. Danielly Andrade

Médica especialista em cirurgia de desvio de septo em Belo Horizonte - MG



Comments


bottom of page