top of page

Desvendando Mitos Comuns Sobre a Septoplastia

Desvendando Mitos Comuns Sobre a Septoplastia

Como cirurgiã otorrinolaringologista especializada em septoplastia, já me deparei com inúmeros pacientes que possuem ideias equivocadas sobre este procedimento. Vamos desmistificar os mitos mais comuns e esclarecer os fatos:


Mito 1: Septoplastia é Extremamente Dolorosa


Um dos medos mais frequentes que ouço é que a septoplastia é uma experiência agonizante. Embora qualquer cirurgia envolva algum desconforto, as técnicas modernas e o manejo da dor tornaram a septoplastia muito menos dolorosa do que muitos imaginam. A dor pós-operatória costuma ser leve a moderada e bem controlada com medicamentos prescritos.


Mito 2: Septoplastia é Meramente Estética


Septoplastia não é uma rinoplastia (plástica no nariz). Seu objetivo principal é funcional, não estético. Um desvio de septo, um desalinhamento da parede que divide as passagens nasais, pode causar uma série de problemas como obstrução nasal crônica, dificuldade para respirar, ronco e infecções sinusais recorrentes. A septoplastia visa corrigir essa anormalidade estrutural, restaurando o fluxo de ar adequado e aliviando esses problemas.


Mito 3: Os Resultados da Septoplastia são Temporários


Alguns se preocupam que os resultados da septoplastia sejam temporários. Na realidade, o septo corrigido geralmente permanece estável, proporcionando alívio a longo prazo das dificuldades respiratórias. Embora pequenos desvios possam ocorrer ao longo do tempo, estes são tipicamente insignificantes e raramente necessitam de cirurgia de revisão. A taxa de sucesso da septoplastia é alta, e a maioria dos pacientes desfruta de uma melhora duradoura em sua função nasal.


Mito 4: Septoplastia Deixa Cicatrizes Visíveis


Preocupações com cicatrizes visíveis são compreensíveis. No entanto, as incisões da septoplastia são feitas dentro do nariz, não deixando cicatrizes externas.


Mito 5: Todos os Pacientes Precisarão de Tampão Nasal


Com o advento da cirurgia endoscópica nasal, a utilização de tampão é rarissima. Pois os sangramentos são mínimos devido a precisão da técnica.


Principais Pontos sobre a cirurgia de desvio de septo:


A septoplastia é um procedimento cirúrgico realizado para corrigir o desvio de septo. Vou explicar em detalhes:


  • O que é a Septoplastia?: A septoplastia é uma intervenção cirúrgica que visa corrigir a deformidade do septo nasal. Durante o procedimento, o cirurgião reposiciona o septo nasal, endireitando-o e melhorando o fluxo de ar pelas narinas. Isso ajuda a aliviar os sintomas associados ao desvio de septo, como dificuldade para respirar e sangramento nasal.


  • Indicações: A septoplastia é recomendada quando o desvio de septo é significativo, afeta a qualidade de vida do paciente e não responde ao tratamento com medicamentos. Os sintomas graves podem incluir obstrução nasal persistente, sinusite recorrente e distúrbios do sono devido à dificuldade respiratória.


  • Procedimento: Durante a septoplastia, o cirurgião faz uma incisão dentro do nariz para acessar o septo nasal. Ele então realinha o septo, removendo partes desnecessárias ou corrigindo áreas desviadas. O objetivo é criar uma passagem nasal mais ampla e simétrica.


  • Recuperação: A recuperação após a septoplastia varia de pessoa para pessoa, mas geralmente envolve alguns dias de desconforto, inchaço e possivelmente hematomas ao redor do nariz. O paciente deve seguir as orientações do médico, como evitar esforços físicos intensos e manter a higiene nasal adequada.


  • Resultados: A maioria dos pacientes experimenta uma melhora significativa na respiração após a cirurgia. No entanto, é importante entender que a septoplastia não é uma solução para todos os problemas nasais. Outras condições, como hipertrofia de cornetos e pólipos nasais, também podem afetar a respiração e precisam ser tratadas em conjunto.


 

Dra. Danielly Andrade

Médica especialista em cirurgia de desvio de septo em Belo Horizonte - MG



Comments


bottom of page