Cirurgia de desvio de septo nasal: Saiba mais sobre a cirurgia de septoplastia

Início > Blog > Desvio de septo cirurgia: Saiba mais sobre a cirurgia de septoplastia


Desvio de septo cirurgia (Septoplastia)

O desvio de septo é um problema muito comum. A maioria das pessoas o tem em vive normalmente com algum grau. Entretanto, quando a deformidade gera obstruções crônicas, afeta todos os sistemas do organismo pela falta da respiração predominantemente nasal. Redução da qualidade do sono bem como alterações de fala e linguagem são os resultados imediatos, mas o impacto vai muito além — comprometendo consideravelmente a qualidade de vida. Nesses casos, para corrigir o problema e restabelecer o bom funcionamento do nariz, recorre-se à cirurgia de desvio de septo ou septoplastia.


Neste artigo, mostramos todos os âmbitos da cirurgia plástica para o desvio de septo.


A cirurgia para corrigir um desvio de septo nasal, chamada septoplastia, permite melhor fluxo de ar pelo nariz e pode melhorar a respiração. O septo é a cartilagem que divide a cavidade nasal do nariz em duas narinas. A maioria dos pacientes pode ir para casa no dia da cirurgia. O inchaço pode durar de dois a três dias, mas a recuperação total pode levar até três meses.


A septoplastia só deve ser realizada para corrigir desvios do septo nasal, e resolver a obstrução nasal causada por ele que em muitos casos é obviamente insuficiente para restaurar a simetria da estrutura nasal ou mudar o nariz. Portanto, a septoplastia sozinha sem a rinoplastia estética não é adequada se você está buscando alteração da aparênia do seu nariz como diminuir o tamanho do nariz.


O que é um desvio de septo?


O septo nasal é uma parede de cartilagem e osso que divide o nariz em 2 câmaras separadas. Um septo é desviado se estiver torto ou dobrado em vez de reto. Um desvio de septo pode bloquear uma ou ambas as câmaras do nariz e interferir no fluxo de ar. Um septo pode se desviar devido a uma lesão, mas também pode crescer dessa forma naturalmente.


Causas do desvio de septo


A maioria das pessoas nasce com um septo nasal ligeiramente torto, mas muitas vezes nunca é percebido. Em algumas pessoas, o desvio é visível no início da vida. Algumas pessoas desenvolvem um desvio de septo devido a uma lesão no nariz que move o septo nasal para fora da posição. Por exemplo, traumas devido a um acidente de carro, esporte, tropeçar ou um solavanco enquanto brincava.



Incidência do desvio de septo


Segundo a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), estima-se que o desvio de septo ocorra em 85% da população. No entanto, os graus de severidade variam — o que faz com que nem todos apresentem sintomas.


Os otorrinolaringologistas divem os tipos de desvios septais em 4:

  • desvio simples;

  • crista;

  • esporão e

  • misto.

O desvio misto é o tipo de alteração septal mais comum, sendo considerado grave quando o desvio ósseo e/ou cartilaginoso toca a parede nasal e mantém o contato mesmo com o uso de vasoconstritor. Muitas vezes causando dor de cabeça.


Quais são os sintomas do desvio de septo?


A maioria dos pacientes com desvio de septo não possuem sintomas e você pode nem saber que tem um desvio de septo. Algumas deformidades septais, no entanto, podem afetar a qualidade de vida e o rendimento na prática de atividades físicas do paciente e causar os seguintes sinais e sintomas:


  • Obstrução nasal. Esse bloqueio pode dificultar a respiração pelas narinas. Você pode notar isso mais quando está resfriado ou com alergias que podem causar inchaço e estreitamento das vias nasais.

  • Infecções frequentes nos seios da face (sinusite)

  • Hemorragias nasais. A superfície do septo nasal pode ficar seca, aumentando o risco de hemorragias nasais.

  • Dor facial. Há algum debate sobre as possíveis causas nasais da dor facial. Uma possível causa de dor facial unilateral pode ser um desvio de septo severo no qual as superfícies do nariz se tocam e causam pressão.

  • Apneia do sono. Um desvio de septo pode torná-lo mais suscetível a outras condições, que podem, por sua vez, agravar a apnéia do sono.

  • Ronco. Um desvio de septo ou inchaço dos tecidos do nariz pode ser uma das muitas razões para a ocorrência de ronco durante o sono.

  • Conscientização do ciclo nasal. O nariz alterna entre estar obstruído de um lado e então muda para obstruído do outro. Isso é chamado de ciclo nasal. Estar ciente do ciclo nasal não é típico e pode indicar obstrução nasal.

  • Cansaço.Um desvio de septo pode causar ronco à noite ou pode contribuir para a apneia do sono, um distúrbio em que você para de respirar momentaneamente durante o sono. Isso pode levar à cansaço diurno.

  • Preferência por dormir em um determinado lado. Algumas pessoas podem preferir dormir em um determinado lado para otimizar a respiração pelo nariz à noite, se uma passagem nasal for estreitada.

  • Redução de rendimento em atividades físicas


Como um desvio de septo é diagnosticado?


O otorrinolaringologista fará um exame clínico completo bem como irá solicitar exames auxiliares. Ele examinará o interior do nariz, possivelmente realizando uma endoscopia nasal, que envolve a inserção de um tubo com uma câmera na extremidade. Uma tomografia computadorizada (TC) também pode ser utilizada como auxiliar de diagnóstico.


Qual a indicação de operar o desvio de septo?


Apenas pacientes com graus de desvios septais elevados, com sintomas que comprometem as funções nasais, precisam fazer o tratamento cirúrgico. O objetivo é aliviar os sintomas e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida.


De acordo com a ABORL-CCF, a septoplastia deve ser realizada somente após os 16 anos. Isso porque, a partir dessa idade a fase de desenvolvimento do septo já se encontra finalizado.


Um desvio de septo pode fazer com que esporões ósseos bloqueiem porções das vias aéreas . Quando isso acontecer, seu nariz tentará equilibrar o fluxo de ar entre as duas cavidades. Pode também ocasionar dores de cabeça devido ao contato que nomeamos de cefaleia rinogênica, que também possuem indicação cirurgica, assim como neoplasias (tumores)


É indicado para pacientes portadores de desvio de septo nasal que apresentam nariz entupido e que não melhoram com tratamento com medicamentos. Pode ser associada à rinoplastia (plástica de nariz) para pacientes com o nariz torto que desejam melhorar a estética e a função nasal (Rinosseptoplastia). Não existe aparelho para corrigir desvio de septo, a única maneira de corrigir um desvio de septo é através de uma procedimento cirurgico.


Mas se o desvio do septo bloquear uma ou ambas as narinas de forma que seja difícil ou impossível respirar pelo nariz, você pode considerar a cirurgia. Esse nariz entupido pode criar um terreno fértil para o crescimento de bactérias. Isso causa inflamação e infecção dolorosas, o que pode impedir que você melhore.


Geralmente, um desvio de septo que causa pequenos sintomas não requer tratamento. Mas se vale a pena consertar é sua decisão. Se os seus sintomas não são incômodos e não interferem na sua qualidade de vida, o risco do tratamento pode ser mais do que o benefício. Um desvio de septo não tratado pode causar apneia obstrutiva do sono. Quando não tratada, a apneia do sono pode causar hipertensão, derrame, insuficiência cardíaca, ataques cardíacos, diabetes, depressão, agravamento do TDAH e dores de cabeça.


O que é septoplastia? Como ela é realizada?


A septoplastia é a cirurgia realizada para corrigir um desvio de septo nasal, a estrutura central do nariz que separa as narinas. A septoplastia é realizada para endireitar os ossos e a cartilagem do septo para que as obstruções sejam removidas das vias respiratórias. Pessoas com desvio de septo têm maior probabilidade de apresentar problemas de ronco, apneia do sono e sinusite. Esses sintomas são virtualmente eliminados nos pacientes submetidos à septoplastia. A septoplastia pode ser associada a uma rinoplastia o que é conhecido como rinosseptoplastia. A septoplastia associada a rinoplastia além de mudar a aparência do nariz, melhora a a função respiratória.


A maioria das pessoas recebe anestesia geral para septoplastia. Você estará dormindo e sem dor. A anestesia geral significa que o paciente está completamente adormecido e não tem consciência dos arredores. O paciente é intubado , o que significa que é colocado um tubo na garganta (traqueia) que é conectado a uma máquina de anestesia.


A duração da septoplastia é de aproximadamente 60 a 90 minutos e normalmente o paciente fica internado por pouco tempo, com alta no mesmo dia ou no dia seguinte à cirurgia.


Para a septoplastia, um pequeno corte é feito na parte interna do nariz, no septo, e qualquer osso / cartilagem dobrado ou obstruído é removido ou endireitado. O septo nasal reconstruído é preso com pontos internos.


Quais são as técnicas usadas na septoplastia?


Existem diversos tipos de técnicas e adaptações das mesmas utilizadas na septoplastia. A técnican a ser utilizada será feita de acordo com o caso do paciente, são elas:

  • técnica de Killian - Através da ressecção da cartilagem, corrige apenas desvios na parte posterior do nariz;

  • técnica de Cottle-Guillen - Esta técnica permite uma abordagem total e ampla do septo;

  • técnica de Metzembaum - Através da ressecção ósseaa, está técnica possibilita a correção de desvios anteriores;

  • técnica endoscópica - Esta é a técnica mais utilizada pela Dra. Danielly, pois ela melhora a exposição da estrutura septal e facilita os cuidados pós-operatórios.

Quais são os diferenciais e benefícios da septoplastia endoscópica?


A septoplastia endoscópica é descrita como um aperfeiçoamento técnico. A vídeo-cirurgia permite ao cirurgião operar sem elevar, demasiadamente, a mucosa nasal, pois a incisão é feita no ponto imediatamente anterior ao desvio septal.


A septoplastia endoscópica é um tipo de cirurgia por video. Também é conhecida como cirurgia endoscópica nasal. Ela serve para tratar além do desvio de septo, as patologias que causam obstrução nasal, doenças com bases inflamatórias ou infecciosas, tumores, entre outras doenças que afetam o nariz e os seios da face.


O trauma cirúrgico é mínimo, pois o processo patológico é totalmente removido, preservando-se as estruturas saudáveis ​​do nariz e seios da face, o que nem sempre era possível com as técnicas cirúrgicas anteriores. A recuperação pós-operatória é, portanto, encurtada, para que o paciente possa retornar às atividades diárias após alguns dias. A recuperação é acelerada e em vários casos caracterizada pela ausência da necessidade de tamponamento nasal, o que é inevitável após as operações clássicas e que é o maior incômodo para o paciente. A remoção dos tampões (de tamponamento) é um inconveniente específico para a maioria dos pacientes.


Este tipo de cirurgia é o que mais avançou no ramo da Otorrinolaringologia e trouxe grande alívio aos pacientes:


  • Trauma operatório menor com redução de risco de complicações

  • Menor perda de sangue durante o procedimento

  • Processo intraoperatório preciso, reduzindo o tempo de cirurgia

  • Recuperação pós-operatória rápida com melhor cicatrização

  • Sem cortes no rosto

A tecnologia de orientação de imagem melhora muito a segurança e a eficácia da cirurgia endoscópica funcional do seio nasal, permitindo que os cirurgiões removam mais tecido doente. Ao visualizar imagens tridimensionais pelo uso de lentes de diferentes ângulos durante a cirurgia, a imagem do computador dá aos cirurgiões melhor visibilidade ao guiar os instrumentos cirúrgicos em torno de estruturas vitais.


Por isso o resultado tanto funcinal quanto estético é melhor com essa técnica.


Quais os riscos de uma septoplastia?


A decisão de se submeter à septoplastia é extremamente pessoal. Você terá que decidir se os benefícios atingirão seus objetivos e se os riscos e complicações potenciais da septoplastia são aceitáveis.


Os possíveis riscos da septoplastia incluem, mas não estão limitados a:

  • Riscos decorrentes da anestesia geral

  • Mudança na forma do nariz

  • Diminuição do sentido do olfato

  • Sangramento excessivo

  • Infecção

  • Persistência de sintomas anteriores, apesar da cirurgia

  • Má cura das incisões

  • Hematoma septal (coleção de sangue no espaço nasal)

  • Perfuração septal (abertura / orifício no septo)

  • Entorpecimento temporário na gengiva superior ou nos dentes

Esses riscos e outros serão totalmente discutidos antes de seu consentimento. É importante que você trate de todas as suas dúvidas diretamente com o seu cirurgião plástico. Procedimentos cirúrgicos adicionais podem ser necessários para lidar com essas complicações ou se suas expectativas não forem atendidas.


A septoplastia é coberta pelos planos de saúde?


Se uma septoplastia for realizada por motivos estritamente estéticos, é improvável que seja coberta por um plano de saúde. Nesse caso, o paciente pode precisar pagar o custo total do procedimento. Se uma cirurgia de septoplastia for realizada para tratar um defeito funcional do nariz (obstrução nasal), um plano de saúde pode cobrir parte dos custos do procedimento.


É muito comum a realização de rinoplastia associada a outros procedimentos funcionais no nariz, como septoplastia, sinusectomia, turbinectomia e outros. Nesses casos o plano de saúde deve cobrir os custos dos procedimentos funcionais.


É importante entrar em contato com seu plano de saúde. Isso permite que o paciente de cirurgia nasal saiba mais sobre sua cobertura e examine o custo total da cirurgia.

Mais informações:


Como é o tempo de recuperação da septoplastia?


Como a operação é feita pelas narinas, os pacientes não precisam se preocupar com cicatrizes faciais ou olhos roxos. No entanto, eles podem sentir dor ou sensibilidade na parte frontal do nariz, entupimento devido ao inchaço e drenagem nasal de sangue e / ou muco.


O inchaço da cirurgia pode durar de dois a três dias e a drenagem pode continuar por dois a cinco dias. Normalmente, os medicamentos de venda livre são suficientes para a dor, embora o médico possa prescrever um analgésico. O médico pode pedir ao paciente que faça lavagem nasal com soro. Devido às técnicas modernas o uso de tampão é raro.


O tempo total de recuperação da septoplastia pode levar até três meses. A maioria dos pacientes recebe alta no mesmo dia podendo ir para casa no dia da cirurgia. O inchaço pode durar de dois a três dias.


Após a cirurgia são necesários alguns cuidados pós operatórios, será necessário que você descanse o primeiro dia. Não esfregue nem toque no nariz. Não assoe o nariz, mesmo que pareça congestionado, pois pode causar sangramento. Se espirrar for inevitável, espirre pela boca. Você pode aplicar uma bolsa de gelo, coberta com um pano limpo ou toalha, no nariz e na área dos olhos para reduzir a dor e o inchaço.


À noite, durma com a cabeça apoiada em dois travesseiros para diminuir o inchaço e a congestão. Não tome banho de chuveiro ou banheira nas primeiras 24 horas após a cirurgia. Retorne ao médico conforme agendado porque se os pontos dentro do nariz não se dissolverem por conta própria, o médico pode removê-los. Evite as pessoas por um tempo para evitar pegar um resfriado, o que pode levar a uma infecção. Fique longe de locais com poeira ou fumaça.


Retorne ao trabalho ou à escola depois de uma ou duas semanas, mas sem levantar peso imediatamente. Por uma ou duas semanas após a cirurgia, cortar atividades que possam causar uma queda. Isso inclui curvar-se e praticar esportes e outras atividades físicas. Na verdade, você pode ser solicitado a evitar esportes por até um mês. Tente não exercer pressão sobre o rosto, por exemplo, forçando-o durante as evacuações.


Nariz entupido é normal após cirurgia nasal devido ao inchaço dos tecidos. Isso pode durar até uma (1) semana após a cirurgia. A congestão nasal pode ser aliviada pela lavagem nasal com soro fisiológico.


Você pode comer sua dieta normal. Se você estiver com problemas de estômago, experimente alimentos leves e com baixo teor de gordura. Você pode notar que seus movimentos intestinais não são regulares logo após a cirurgia. Isso é comum. Tente evitar prisão de ventre e esforço para evacuar.


Sangramento


O sangramento nasal é comum por 24 a 48 horas após a cirurgia. Você provavelmente deve colocar uma fronha velha em seu travesseiro ou colocar uma toalha sobre ela.


Além disso, você pode querer dormir com a cabeça elevada sobre um travesseiro extra para minimizar o escorrimento. Depois de alguns dias, a secreção do nariz pode ficar marrom ou marrom escuro. Essa mudança é devido ao sangue antigo e é normal. Isso não significa que o nariz ou os seios da face estejam infectados.

Ocasionalmente, pode ocorrer sangramento persistente do nariz. Se isso ocorrer, sente-se ereto e respire pelo nariz por 5 a 10 minutos. Isso deve aliviar a maior parte do sangramento. Caso contrário, ou se o sangramento for forte, entre em contato com nosso consultório.


Náuseas


Náuseas e até vômitos após anestesia geral não são incomuns. Eles também podem ocorrer após a anestesia local, mas com menos frequência. A náusea geralmente desaparece após cerca de 12–24 horas. Tente tomar um gole de líquidos para evitar a desidratação durante esses períodos. Se a náusea for forte, avise nosso escritório.


Crostas


Durante a cirurgia septal, as incisões são feitas dentro do nariz. Assim como as incisões na pele externa, as crostas se formam à medida que cicatrizam. O muco também pode se acumular nessas crostas e bloquear a respiração pelo nariz. Não tente removê-los, mas continue usando o spray nasal de água salgada para amolecer as crostas. Se o problema for grave, seu médico pode prescrever outros tratamentos.


Dor


Algum desconforto após o procedimento é esperado, mas geralmente não é especialmente severo. Use o analgésico conforme necessário. Assim que se sentir pronto, tente mudar para um analgésico de venda livre.


Nas primeiras duas a três semanas após a cirurgia, não use medicamentos que contenham aspirina, ibuprofeno ou outros compostos antiinflamatórios, pois eles promovem sangramento. Às vezes, após a anestesia, seus músculos podem doer como se você tivesse levantado pesos ou tensos músculos, especialmente no primeiro ou dois dias após a cirurgia. Alongue os músculos - eles vão ceder.



Posso fazer septoplastia e rinoplastia?


Sim, é muito comum pacientes que precisem passar por uma septoplastia optarem por realizar também uma rinoplastia, o que damos o nome de rinosseptoplastia.


Posso fazer septoplastia e turbinectomia?


Quando muitas pessoas pensam em cirurgia de desvio de septo, também conhecida como septoplastia, pensam que ela é feita somente por motivos estéticos. Porém, é muito comum quem não deseja mudar a aparência do nariz também procurar o otorrino para para melhorar a respiração. Desta forma vários procedimentos são feitos de uma única vez, reduzindo o risco de passar por várias cirurgias bem como o tempo de recuperação para cada uma delas.


Sim, podemos fazer septoplastia e turbinectomia juntas em um unico dia. A turbinectomia é a cirurgia de redução de conchas nasais, indicada principalmente para pacientes com rinite, sinusite ou inflamação nasal persistente, que provocam com aumento do tamanho dos cornetos nasais. Pacientes que sofrem de ronco e apneia do sono também têm na turbinectomia uma aliada para auxiliar a restabelecer a respiração e trazer a tranquilidade para uma boa noite de sono.



Posso fazer septoplastia e sinusectomia?


A sinusectomia é um procedimento cirúrgico conhecido como cirurgia de sinusite, o objetivo dessa cirurgia é a abertura e drenagem dos seios paranasais. A cirurgia é realizada através da técnica de cirurgia endoscópica nasal. Assim é possível fazer uma septoplastia e sinusectomia.



Qual a idade mínima para se realizar uma septoplastia?


Assim como na rinoplastia, embora não haja uma idade certa para fazer a septoplastia, entre 18 e 40 anos é considerada a faixa ideal. A essa altura, você se desenvolveu fisicamente e na maturidade para ser um bom candidato à septoplastia, e sua pele ainda mantém uma elasticidade jovem. Esta elasticidade facilita fazer alterações e a recuperação, enquanto minimiza o risco de complicações.


Embora essa faixa etária seja ideal, pessoas mais velhas ou mais jovens ainda podem ser ótimas candidatas para esse procedimento. O cirurgião otorrino precisa apenas levar em consideração considerações adicionais.


Qual a idade máxima para a septolastia?


Embora a maioria dos pacientes de septoplastia busque a cirurgia nasal cedo (na casa dos 20 ou 30 anos) para corrigir um problema respiratório ou uma característica estética indesejável que causa problemas de confiança, existem alguns motivos pelos quais os pacientes podem esperar até mais tarde para procurar a cirurgia. Razões comuns para septoplastia e rinoplastia de meia idade ou mais velha incluem:

  • Sinais de envelhecimento no nariz, incluindo uma ponta bulbosa e / ou caída

  • Problemas respiratórios

  • Nova oportunidade para corrigir problemas estéticos

  • Situação financeira


Como é o antes e depois da septoplastia?


Embora os procedimentos de septoplastia não causem alterações na aparência externa do nariz, os procedimentos de rinosseptoplastia estão disponíveis para pacientes que desejam corrigir o alinhamento interno do septo, enquanto alteram a aparência estética externa do nariz para a harmonia facial.


Os resultados da septoplastia costumam ser estáveis. As feridas no nariz curam rapidamente e espera-se que a melhora na respiração melhore logo após a cirurgia. O processo geral de cicatrização será lento, pois a cartilagem e o tecido nasal podem levar de 3 a 6 meses para se estabelecerem totalmente, portanto para se obter uma clara comparação entre antes e depois da septoplastia pode demandar um tempo.


Não é incomum, logo após uma septoplastia, um lado do nariz parecer ligeiramente diferente do outro. Na verdade, o inchaço irregular é comum após a septoplastia. Nos narizes tortos, a pele fica muito tempo esticada nessa posição e assume uma forma particular.


Qual e o preço de uma septoplastia?


O Conselho Federal de Medicina (CFM) proíbe a divulgação de preços de cirurgias. O que podemos afirmar é que o preço da septoplastia varia conforme a complexidade das técnicas empregadas, a experiência do cirurgião no seu tipo de caso, os honorários da equipe médica e o custo do centro cirúrgico.


Os fatores que afetam o preço da cirurgia para corrigir um desvio de septo incluem:

  • Quais procedimentos seu plano de saúde cobre.

  • O hospital onde você fará a cirurgia.

  • A complexidade do procedimento a ser realizado.

  • Se haverá um procedimento estético (rinoplastia) associado


Mas, em geral, o preço de uma septoplastia particular variam entre R$ 10 mil e R$ 20 mil, em média.

 

Quem é a Dra. Danielly Andrade?


Sou médica otorrinolaringologista em Belo Horizonte e Nova Lima, formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2008, título de Especialista em Otorrinolaringologia pela ABORL / AMB.

Sou especialista em rinologia (funcional e estética), área da otorrinolaringologia que estuda e trata os distúrbios do nariz e dos seios da face, como obstrução nasal, desvio de septo, rinite, alergias, sinusite, alterações do olfato e sangramentos nasais.

Desde então me especializei nas cirurgias funcionais e estéticas do nariz.

​​

​Atuo como médica do corpo clínico-cirúrgico nos hospitais Mater Dei, Socor e Orizonti. Sou preceptora do serviço de especialização em otorrinolaringologia do Hospital Socor atuando na área de Rinologia.


"Meu foco é te ajudar a respirar bem pelo nariz e melhorar sua auto-estima, qualidade de vida e de sono."


Como a Dra. Danielly Andrade pode te ajudar?


Cada caso deve ser avaliado com cuidado antes de uma indicação cirúrgica e, nos consultórios da Dra. Danielly Solar Andrade, o paciente tem a comodidade de realizar exames auxiliadores no diagnóstico e na escolha do tratamento adequado.


Quando este tratamento é cirúrgico, todas as burocracias com planos de saúde, convênios e hospitais também são cuidadas pela equipe da Dra. Danielly Andrade.