top of page

Qual é a relação entre o desvio do septo e a apneia do sono?

Início > Blog > Qual é a relação entre o desvio do septo e a apneia do sono?


septoplastia

Um desvio de septo pode contribuir para o desenvolvimento ou exacerbação da apneia obstrutiva do sono (OSA), causando obstrução nasal, o que aumenta a resistência das vias aéreas superiores e pode levar a eventos respiratórios com problemas de sono. O estudo de Yeom et al. descobriu que a prevalência de AOS foi 4,39 vezes maior em indivíduos com um grande desvio septal em comparação com um grupo controle sem desvio septal.[1] Essa correlação foi mais pronunciada com o aumento do índice de massa corporal e diminuiu significativamente após a septoplastia, sugerindo que a correção do desvio septal pode mitigar o risco de AOS.


Além disso, a obstrução nasal devido a um desvio de septo pode levar à respiração bucal compensatória durante o sono, o que pode desestabilizar as vias aéreas superiores e aumentar a probabilidade de eventos de apneia e hipopneia. A European Respiratory Society (ERS) reconhece que a cirurgia nasal, incluindo a septoplastia, pode melhorar a patência nasal e pode reduzir a gravidade dos distúrbios respiratórios em pacientes com apneia do sono.[2]


Melhoria clínica na síndrome da apneia do sono após o reparo de um desvio do septo nasal também foi relatada, com uma redução no número e duração dos episódios de apneia obstrutiva observados durante os estudos do sono.[3] Isso sugere que abordar a obstrução nasal por meio de intervenção cirúrgica pode ter um impacto positivo nos resultados da apneia do sono.


Em resumo, há uma correlação significativa entre um desvio de septo e o desenvolvimento ou exacerbação da apneia do sono, com evidências indicando que a obstrução nasal contribui para a respiração com problemas de sono e que a correção cirúrgica pode melhorar os sintomas da AOS.


Referências:

  1. Association Between Septal Deviation and OSA Diagnoses: A Nationwide 9-Year Follow-Up Cohort Study. Yeom SW, Kim MG, Lee EJ, et al. Journal of Clinical Sleep Medicine : JCSM : Official Publication of the American Academy of Sleep Medicine. 2021;17(10):2099-2106. doi:10.5664/jcsm.9352.

  2. Non-Cpap Therapies in Obstructive Sleep Apnoea. Randerath WJ, Verbraecken J, Andreas S, et al. The European Respiratory Journal. 2011;37(5):1000-28 doi:10.1183/09031936.00099710.

  3. Sleep Apnea Syndrome Treated by Repair of Deviated Nasal Septum. Heimer D, Scharf SM, Lieberman A, Lavie P. Chest. 1983;84(2):184-5. doi:10.1378/chest.84.2.184.

 

Quem é a Dra. Danielly Andrade?


Sou médica otorrinolaringologista em Belo Horizonte e Nova Lima, formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2008, título de Especialista em Otorrinolaringologia pela ABORL / AMB.

Sou especialista em rinologia (funcional e estética), área da otorrinolaringologia que estuda e trata os distúrbios do nariz e dos seios da face, como obstrução nasal, desvio de septo, rinite, alergias, sinusite, alterações do olfato e sangramentos nasais.

Desde então me especializei nas cirurgias funcionais e estéticas do nariz.

​​

​Atuo como médica do corpo clínico-cirúrgico nos hospitais Mater Dei, Socor e Orizonti. Sou preceptora do serviço de especialização em otorrinolaringologia do Hospital Socor atuando na área de Rinologia.


"Meu foco é te ajudar a respirar bem pelo nariz e melhorar sua auto-estima, qualidade de vida e de sono."

 

Confira alguns depoimentos de pacientes que realizaram septoplastia com a Dra. Danielly Andrade

bottom of page