Rinite induzida pelo frio

Início > Blog > Rinite induzida pelo frio

rinite induzida pelo frio

Em algumas partes do país, as temperaturas caíram. Para algumas pessoas saudáveis, simplesmente passar um tempo ao ar livre no frio pode causar congestão nasal e coriza. O culpado por trás desses sintomas pode ser a rinite induzida pelo frio.


Como funciona o nariz


O nariz é um dos primeiros portais do nosso trato respiratório superior. Sua função é aquecer, filtrar e limpar o ar preparando-o para os pulmões. Independentemente da temperatura do ar, a umidade relativa na parte de trás do nariz é de cerca de 100% e a temperatura média é de 25,5 a 30 graus.


Como o nariz responde ao ar frio


Quando o ar frio entra no nariz, ele estimula os nervos sensoriais dentro da cavidade nasal para ativar um processo através de um reflexo ou via colinérgica. Isso faz com que os vasos na cavidade nasal se expandam e fiquem ingurgitados, levando à congestão e secreção de muco que produz um corrimento nasal. É um mecanismo compensatório que tenta manter as condições ideais dentro do nariz, adicionando umidade e calor enquanto filtra o ar.

Algumas pessoas são mais sensíveis às mudanças na temperatura do ar?


Nossos corpos são projetados para se aclimatar às mudanças na temperatura do ar. Algumas pessoas estão predispostas a serem mais sensíveis a esse reflexo e podem ter reações mais fortes.


Como posso determinar se tenho rinite induzida pelo frio?


Existem várias coisas que podem causar congestão e corrimento nasal – o clima frio, alérgenos, irritantes, alguns perfumes e até alimentos picantes. Como há tantas coisas que podem fazer com que seu nariz escorra, é importante consultar seu otorrino para descobrir o que está por trás de seus sintomas e determinar qual tratamento, se houver, é necessário.

 

Quem é a Dra. Danielly Andrade?


Sou médica otorrinolaringologista em Belo Horizonte e Nova Lima, formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2008, título de Especialista em Otorrinolaringologia pela ABORL / AMB.

Sou especialista em rinologia (funcional e estética), área da otorrinolaringologia que estuda e trata os distúrbios do nariz e dos seios da face, como obstrução nasal, desvio de septo, rinite, alergias, sinusite, alterações do olfato e sangramentos nasais.

​​

​Atuo como médica do corpo clínico-cirúrgico nos hospitais Mater Dei, Socor e Orizonti. Sou preceptora do serviço de especialização em otorrinolaringologia do Hospital Socor atuando na área de Rinologia.


"Meu foco é te ajudar a respirar bem pelo nariz e melhorar sua auto-estima, qualidade de vida e de sono."