top of page

Sinusite aguda: causas, sintomas e tratamento

Início > Blog > Sinusite aguda: causas, sintomas e tratamento

sinusite aguda

A sinusite aguda é uma inflamação dos seios paranasais, que geralmente dura de 7 a 10 dias, com sintomas como dor de cabeça, congestão nasal, coriza, febre e dor nos seios da face. Pode ser causada por vírus, bactérias ou fungos. O tratamento envolve medicamentos e cuidados pessoais, como lavagem nasal e hidratação. Em casos graves, pode ser necessário realizar cirurgia para drenar os seios paranasais.


Quais são os tipos de sinusite?

  • A sinusite aguda geralmente começa com sintomas semelhantes aos do resfriado, como coriza e nariz entupido e dor facial. Pode começar repentinamente e durar de 2 a 4 semanas.

  • A sinusite subaguda geralmente dura de 4 a 12 semanas.

  • Os sintomas de sinusite crônica duram 12 semanas ou mais.

  • A sinusite recorrente ocorre várias vezes ao ano.

Classificação temporal das sinusites
Classificação temporal das sinusites

O que é sinusite aguda ou atacada?

A sinusite aguda ou atacada é uma inflamação de curto prazo dos seios da face, na maioria das vezes incluindo uma infecção dos seios da face. (A sinusite também é conhecida como rinossinusite porque o inchaço quase sempre inclui o tecido nasal, bem como o tecido dos seios da face.) Os seios da face são quatro cavidades (espaços) pares na cabeça. Eles são conectados por canais estreitos. Os seios da face produzem um muco fino que drena dos canais do nariz, limpando o nariz. Normalmente cheios de ar, os seios da face podem ficar bloqueados por fluidos e inchar de irritação. Quando isso acontece, eles podem ser infectados.


É possível ter uma sinusite por meses?

Os sintomas de sinusite que duram mais de 12 semanas podem ser sinusite crônica. Além de resfriados frequentes, o risco de sinusite crônica também aumenta se você tiver alergias. " A sinusite crônica pode ser causada por uma alergia, vírus, fungo ou bactéria e pode durar meses ou até anos"


Quanto tempo dura a sinusite aguda?

A sinusite aguda dura menos de um mês. Os seus sintomas podem desaparecer por si próprios em cerca de 10 dias, mas pode demorar até três ou quatro semanas.

Quais são os fatores de risco para sinusite aguda?

Algumas pessoas têm maior probabilidade do que outras de desenvolver sinusite aguda. Esses incluem:

  • Pessoas que têm alergias respiratórias como rinite alérgica.

  • Pessoas com problemas estruturais nos narizes (como desvio de septo) ou pólipos nasais, que são tumores que podem ficar pendurados no interior do nariz ou nas cavidades dos seios da face.

  • Pessoas que passam muito tempo em locais onde ocorrem infecções, como pré-escolas ou creches.


O que causa a sinusite aguda?

A sinusite aguda é geralmente causada por um resfriado comum ou alergias. Também pode ser causado por uma infecção bacteriana ou fungo que faz com que os seios da face inchem e fiquem bloqueados.

Quais são os sintomas da sinusite aguda?

Sintomas da sinusite aguda incluem congestão nasal, dor de cabeça, dor nos seios da face, tosse, febre baixa, perda do olfato e do paladar, fadiga e mau hálito. Os sintomas podem durar até quatro semanas e geralmente desaparecem sem tratamento. No entanto, se os sintomas persistirem, é importante procurar um médico para diagnóstico e tratamento adequados.



Porque a sinusite é tão dolorosa?

O líquido preso nos seios da face pode preencher as cavidades nasais, causando dor e pressão intensas. Os seios da face podem ser sensíveis ao toque. Uma pessoa pode ter vontade de espirrar, mas não consegue. A dor pode ser nas bochechas, ao redor dos olhos e nariz ou na testa, por essas áreas serem onde estão os seios da face.


Como a sinusite aguda é diagnosticada?

Para diagnosticar a sinusite aguda, o médico irá realizar um exame físico e avaliar os sintomas relatados pelo paciente. Além disso, pode ser solicitado exames complementares, como ressonância magnética ou tomografia. A endoscopia nasal pode ser usada para avaliar a presença de inflamação nos seios da face. Com base nos resultados desses exames, o médico pode estabelecer o diagnóstico e indicar o tratamento adequado.


Como tratar sinusite aguda?

A sinusite aguda é geralmente uma condição de curto prazo que não é muito grave. Para muitas pessoas, pouco ou nenhum tratamento é necessário. A maioria das pessoas melhora sozinha após sete a dez dias.

Os antibióticos são úteis apenas para infecções bacterianas. A maioria das sinusites é causada por vírus ou outras causas que não são curadas por antibióticos. Outras opções de tratamento incluem maneiras de controlar seus sintomas. Você pode:

  • Experimente sprays nasais (como esteroides nasais) e descongestionantes. Você não deve usar sprays para o nariz por mais de três dias, a menos que seu médico diga que você deveria.

  • Descanse mais e beba mais líquidos.

  • Use analgésicos de venda livre, como paracetamol ou ibuprofeno, se você sentir dor significativa.

  • Faça lavagem nasal, irrigue (limpe) suas passagens nasais com soro fisiológico.


Quais são as complicações da sinusite aguda?

Raramente há complicações na sinusite aguda. É provável que você se recupere por conta própria. No entanto, em casos muito raros, é possível que uma infecção se espalhe para outros espaços do sistema nervoso, como cérebro, olhos ou medula espinhal. Muitas vezes as complicações da sinusite aguda requerem intervenções cirúrgicas de urgência


Dentre as complicações da sinusite aguda podemos citar:

  • Celulite e abscesso orbitário.

  • Meningite.

  • Empiema subdural ou epidural.

  • Abscesso intracraniano.

  • Tromboflebite e trombose do seio cavernoso.

  • Disseminação perivascular da infecção.


Como posso prevenir a sinusite aguda?

Algumas medidas podem ajudar na prevenção da sinusite aguda, como lavar as mãos frequentemente, evitar tocar no rosto com as mãos sujas, manter as vacinas em dia, evitar ambientes com fumaça de cigarro ou outros irritantes nasais, manter a umidade do ar adequada e evitar o contato com pessoas infectadas. Além disso, tratar adequadamente as condições respiratórias, como alergias, rinite e asma, pode ajudar a prevenir a ocorrência da sinusite aguda. Praticar uma boa higiene nasal, com lavagens regulares, também pode ajudar a prevenir a infecção dos seios paranasais.


Quando devo procurar o médico devido a uma sinusite aguda?

Se você apresenta sintomas como dor de cabeça, congestão nasal, coriza, febre, dor nos seios da face, tosse e sensação de pressão nos ouvidos e nos olhos, é importante buscar a avaliação médica para um diagnóstico preciso. Além disso, se esses sintomas persistirem por mais de uma semana ou piorarem, é recomendado procurar um médico para avaliar possíveis complicações ou necessidade de tratamentos mais intensivos. Se você tiver dificuldade para respirar, febre alta, dor de cabeça intensa ou alteração da visão, é importante procurar atendimento médico imediato.


Quando a sinusite é grave?

A sinusite pode ser considerada grave quando apresenta sintomas intensos e/ou prolongados, como dor facial ou de cabeça intensa, febre alta, inchaço ou vermelhidão ao redor dos olhos, secreção nasal espessa, persistente e amarelada ou purulenta, ou sintomas neurológicos.


O que pode acontecer se não tratar a sinusite?

A infecção que se espalha para os olhos é a complicação mais comum. Isso pode causar vermelhidão, inchaço e até cegueira em um estado grave denominado trombose do seio cavernoso. As infecções nos seios da face também podem se espalhar para a parte posterior da cabeça, causando doenças potencialmente fatais, como abscesso cerebral.

 

Quem é a Dra. Danielly Andrade?


Sou médica otorrinolaringologista em Belo Horizonte e Nova Lima, formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2008, título de Especialista em Otorrinolaringologia pela ABORL / AMB.

Sou especialista em rinologia (funcional e estética), área da otorrinolaringologia que estuda e trata os distúrbios do nariz e dos seios da face, como obstrução nasal, desvio de septo, rinite, alergias, sinusite, alterações do olfato e sangramentos nasais.


​Atuo como médica do corpo clínico-cirúrgico nos hospitais Mater Dei, Socor e Orizonti. Sou preceptora do serviço de especialização em otorrinolaringologia do Hospital Socor atuando na área de Rinologia.


"Meu foco é te ajudar a respirar bem pelo nariz e melhorar sua auto-estima, qualidade de vida e de sono."

bottom of page