top of page

Concha Bolhosa (Concha bullosa): Causas, sintomas, diagnóstico e cirurgia

Você não precisa tratar a concha bolhosa se eles não estiverem causando nenhum sintoma. Mas se você sentir dor e desconforto ou não conseguir respirar corretamente, a cirurgia pode ser uma boa opção.

O seu otorrinolaringologista pode fornecer-lhe informações sobre o seu diagnóstico individual e orientá-lo nas diferentes opções de tratamento disponíveis. A cirurgia corretiva não só pode ajudar a aliviar os sintomas, mas também a prevenir complicações.


O que são conchas nasais?


As conchas nasais são estruturas ósseas que se projetam para dentro das fossas nasais, com função de ajudar a filtrar, aquecer e umedecer o ar que entra no nariz. Existem três conchas nasais em cada lado do nariz: a concha nasal inferior, a concha nasal média e a concha nasal superior. As conchas nasais são também conhecidas como turbinados nasais ou cornetos nasais.



Existem 3 conchas no seu nariz

  • Conchas superiores (superior) - que são as conchas mais altas do nariz, perto do cérebro. Elas protegem o bulbo olfatório, a parte do cérebro que ajuda você a cheirar.

  • Conchas médias - que se situam entre as conchas superior e inferior. Elas ajudam a evitar que o ar inalado vá diretamente para os seios da face.

  • Conchas inferiores (inferior) - que são as conchas mais baixas do nariz. Elas ajudam a hidratar e aquecer o ar inspirado antes de entrar nos pulmões.

O que é concha bolhosa (Concha bullosa) ?

Como explanado acima, as conchas são estruturas feitas de osso dentro do nariz. Eles ajudam a controlar o fluxo de ar em seu nariz. Eles também limpam e aquecem o ar que você inalou, de modo que está pronto para ir para os pulmões para respirar. A respiração é o processo de inspirar e expirar.


A concha bolhosa ocorre quando uma das conchas, cornetos ou turbinatos, dentro do nariz fica cheia de uma bolsa de ar. Isso também é conhecido como pneumatização do corneto.



Você pode notar alguma dor ou desconforto ao redor dos seios da face quando os cornetos médios ficam cheios de uma bolsa de ar.

Em muitos casos, você não precisará consultar um otorrinolaringologista ou fazer tratamento para a concha bolhosa. Porém, quanto maior for a bolsa de ar, mais desconforto você provavelmente sentirá. A concha bolhosa não tratada também pode causar condições mais desconfortáveis, incluindo infecções nos seios da face (sinuste).


Quais são os sintomas da concha bolhosa?

Uma pequena concha bolhosa geralmente não causa nenhum sintoma perceptível. Você pode ter uma concha bolhosa no nariz ao longo da vida e nunca perceber.

Quanto maior for a concha bolhosa, mais dor e desconforto você provavelmente sentirá. Os sintomas mais comuns incluem:

  • pressão ou dor ao redor dos seios da face e na área ao redor dos olhos

  • sentir que não consegue entrar ou sair ar suficiente do nariz

  • sentir que algo está no caminho dentro de suas narinas

Os sintomas da concha bolhosa podem ser semelhantes aos de uma sinuste ou de uma infecção sinusal. Essas condições também podem fazer com que você sinta que não consegue respirar muito bem pelo nariz. No entanto, a concha bolhosa geralmente não causa dor de ouvido e mandíbula, drenagem de muco ou outros sintomas associados.


Quais são os principais tipos de concha bolhosa?


Concha bolhosa inferior:

  • Concha bolhosa inferior unilateral: é um tipo de pneumatização anormal da concha nasal inferior em apenas um dos lados do nariz;

  • Concha bolhosa inferior bilateral: é um tipo de pneumatização anormal da concha nasal inferior em ambos os lados do nariz.

Concha bolhosa média:

  • Concha bolhosa média unilateral: é um tipo de pneumatização anormal da concha nasal média em apenas um dos lados do nariz;

  • Concha bolhosa média bilateral: é um tipo de pneumatização anormal da concha nasal média em ambos os lados do nariz.

Concha bolhosa superior:

  • Concha bolhosa superior unilateral: é um tipo de pneumatização anormal da concha nasal superior em apenas um dos lados do nariz;

  • Concha bolhosa superior bilateral: é um tipo de pneumatização anormal da concha nasal superior em ambos os lados do nariz.



Quais são as causas da concha bolhosa?

Não está claro o que exatamente causa a concha bolhosa. Algumas pesquisas sugerem que é mais provável que isso aconteça se você tiver um desvio de septo. Isso significa que o septo não está completamente reto, o que pode dificultar a respiração por uma das narinas. Um desvio de septo também pode causar outros sintomas, como ronco alto e apnéia do sono.

Como a concha bolhosa é diagnosticada?

A concha bolhosa pode ser diagnosticada através de exames de imagem, como tomografia computadorizada ou ressonância magnética das vias aéreas nasais. Esses exames permitem visualizar as estruturas internas do nariz, incluindo as conchas nasais, e identificar a presença de cavidades aéreas ou bolhas nas conchas, caracterizando a concha bolhosa.


O diagnóstico da concha bolhosa geralmente é feito por um otorrinolaringologista, que é o médico especializado em tratar condições relacionadas ao nariz, ouvido e garganta. O profissional irá avaliar os sintomas e realizar um exame físico detalhado, incluindo uma avaliação endoscópica do nariz, para determinar a presença da concha bolhosa e sua localização.


É importante destacar que nem todas as pessoas com concha bolhosa apresentam sintomas ou precisam de tratamento. No entanto, se a concha bolhosa estiver causando obstrução nasal, dificuldade para respirar e outros sintomas, pode ser necessário buscar orientação médica para avaliar a necessidade de tratamento.

Tomografia computadorizada para diagnóstico de concha bolhosa
Tomografia computadorizada para diagnóstico de concha bolhosa

Como é o tratamento da concha bolhosa?


O tratamento da concha bolhosa pode variar desde o uso de medicamentos para aliviar os sintomas até a remoção cirúrgica da concha bolhosa, dependendo do grau de obstrução nasal e dos sintomas apresentados.


Algumas opções de tratamento não cirúrgicas incluem:

  • Uso de medicamentos descongestionantes e corticoides nasais para reduzir o inchaço e melhorar a respiração;

  • Uso de soluções salinas para lavagem nasal para remover o excesso de muco e aliviar a congestão;

  • Controle de alergia - tratar as alergias com medicamentos antialérgicos ou imunoterapia (vacinas de alergia).

Se essas opções não forem eficazes ou se os sintomas forem graves, a remoção cirúrgica da concha bolhosa pode ser necessária. O procedimento mais comum é a turbinectomia inferior, em que parte ou toda a concha nasal inferior é removida para aumentar o espaço nas vias nasais e melhorar a respiração.

Cirurgia para concha bolhosa


Se sintomas como dor de cabeça ou dificuldades respiratórias estiverem perturbando sua vida, seu médico pode recomendar uma cirurgia. Eles podem sugerir um dos seguintes procedimentos:


A cirurgia para concha bolhosa é realizada por um otorrinolaringologista. A técnica mais utilizada é a turbinectomia por endoscopia nasal, que é um procedimento minimamente invasivo.


Durante a cirurgia, o médico faz pequenas incisões no interior das fossas nasais e remove a parte da concha bolhosa que está causando obstrução e dificuldade para respirar. O procedimento é feito com a ajuda de um endoscópio nasal, um instrumento com uma câmera que permite visualizar as estruturas internas do nariz.


Além da turbinectomia, é comum a necessidade de outros procedimentos funcionais com a cirurgia da concha bolhosa, como a septoplastia e sinusectomia. Isso ocorre porque muitas doenças do nariz estão relacionadas e podem contribuir para a obstrução nasal e dificuldade respiratória.


Quais complicações eu posso ter se eu não tratar a concha bolhosa?

Se a concha bolhosa estiver causando obstrução nasal, dificuldade para respirar e outros sintomas e não for tratada, algumas complicações podem ocorrer, tais como:

  1. Infecções respiratórias: a obstrução nasal causada pela concha bolhosa pode impedir a passagem de ar e a drenagem adequada da secreção nasal, o que aumenta o risco de infecções respiratórias, como sinusite, rinite e otite.

  2. Asma: a obstrução nasal crônica pode afetar a função respiratória e piorar os sintomas em pessoas que já sofrem de asma.

  3. Ronco e apneia do sono: a obstrução nasal pode levar a problemas respiratórios durante o sono, como o ronco e a apneia do sono, que são fatores de risco para doenças cardíacas e cerebrais.

  4. Perda de olfato: a obstrução nasal crônica pode interferir na capacidade de sentir odores e afetar a qualidade de vida do indivíduo.

Portanto, é importante buscar orientação médica se você apresentar sintomas de obstrução nasal e dificuldade para respirar, para que seja avaliada a necessidade de tratamento da concha bolhosa e prevenir possíveis complicações.

 

Quem é a Dra. Danielly Solar Andrade?


Sou médica otorrinolaringologista em Belo Horizonte e Nova Lima, formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2008, título de Especialista em Otorrinolaringologia pela ABORL / AMB.

Sou especialista em rinologia (funcional e estética), área da otorrinolaringologia que estuda e trata os distúrbios do nariz e dos seios da face, como obstrução nasal, desvio de septo, rinite, alergias, sinusite, alterações do olfato e sangramentos nasais.

Desde então me especializei nas cirurgias funcionais e estéticas do nariz.

​​

​Atuo como médica do corpo clínico-cirúrgico nos hospitais Mater Dei, Socor e Orizonti. Sou preceptora do serviço de especialização em otorrinolaringologia do Hospital Socor atuando na área de Rinologia.


"Meu foco é te ajudar a respirar bem pelo nariz e melhorar sua auto-estima, qualidade de vida e de sono."


Como a Dra. Danielly Solar Andrade pode te ajudar?


Cada caso deve ser avaliado com cuidado antes de uma indicação cirúrgica e, nos consultórios da Dra. Danielly Solar Andrade, o paciente tem a comodidade de realizar exames auxiliadores no diagnóstico e na escolha do tratamento adequado.


Quando este tratamento é cirúrgico, todas as burocracias com planos de saúde, convênios e hospitais também são cuidadas pela equipe da Dra. Danielly.

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page