top of page
  • Foto do escritorDra. Danielly Andrade

Hipertrofia de Cornetos: Causas, Sintomas e Tratamento

Atualizado: 1 de jul.

O que é a Hipertrofia de Cornetos?


A hipertrofia de cornetos ocorre quando os cornetos nasais aumentam de tamanho, dificultando a respiração. Esse aumento geralmente afeta o corneto inferior e pode ser causado por condições como rinite alérgica, sinusite crônica e exposição a irritantes nasais.


hipertrofia de cornetos
hipertrofia de cornetos visão frontal
Corneto inferior aumentado (Hipertrofia de corneto)
Hipertrofia de cornetos


Sintomas comuns da hipertrofia de cornetos


Os sintomas da hipertrofia de cornetos incluem dificuldade para respirar pelo nariz, sensação de nariz entupido, ronco, apneia do sono, dor facial, redução do olfato e secreção nasal excessiva. Esses sintomas resultam da obstrução das vias nasais devido ao aumento do tamanho dos cornetos.


A dificuldade de respirar pelo nariz pode afetar a qualidade do sono e afetar a respiração, levando a problemas como ressecamento da boca, fadiga, irritabilidade e falta de concentração.


Alguns pacientes apresentam visualmente o corneto aumento olhando apenas pela narina.


hipertrofia de cornetos visão frontal
Corneto inferior hipertrofiado


Dor de cabeça associada a hipertrofia de cornetos

A hipertrofia dos cornetos nasais pode causar dor de cabeça, especialmente na região frontal, além de congestão nasal, boca seca, e dor no rosto. A condição ocorre quando as conchas nasais aumentam de tamanho, obstruindo a passagem do ar.


Causas da hipertrofia de corneto


As causas mais importantes de hipertrofia de cornetos incluem a rinite crônica, que pode ser alérgicas e não alérgicas. A rinite crônica pode levar à hiperplasia celular, edema tecidual e congestão vascular, contribuindo para o aumento dos cornetos. Desvio de septo, a obstrução nasal do desvio de septo causa hipertrofia compensatória dos cornetos nasais

Relação entre a Hipertrofia de Cornetos e o Desvio de Septo


desvio de septo e hipertrofia de cornetos

O desvio de septo leva a hipertrofia compensatória dos cornetos inferiores. Ocorrendo geralmente no lado oposto à direção do desvio do septo nasal, O aumento envolve tanto o osso quanto o tecido mole dentro do corneto, sendo que quanto maior o grau do desvio de septo, maior é a hipertrofia do corneto inferior. [2]


Estudo de 2023 mostrou que 50,6% dos pacientes que tem indicação de septoplastia também tinham indicação de turbinectomia. Por isso é tão comum a realização de septoplastia e turbinectomia. [1]


desvio de septo e hipertrofia de corneto

Como a hipertrofia de cornetos é diagnosticada?

O diagnóstico da hipertrofia dos cornetos nasais é baseado na presença de sintomas característicos, exame visual do nariz e exames de imagens, sendo os mais comuns a fibronasolaringoscopia e a tomografia computadorizada.


  1. Presença de sintomas clínicos como obstrução nasal

  2. Rinoscopia:

  3. Fibronasolaringoscopia

  4. Tomografia computadorizada


Rinoscopia Nasal: Exame visual do nariz


Fibronasolaringoscopia


Como rotina de exame rinológico, nas consultas é realizada uma endoscopia nasal, introduzindo uma fibra óptica fina com uma pequena câmera pelo nariz para analisar as estruturas internas nasais.


Fibronasolaringoscopia para diagnóstico de hipertrofia de cornetos
Fibronasolaringoscopia

Tomografia computadorizada


A realização de exames de tomografia, ajudam a avaliar com precisão a extensão, localização e tamanho da hipertrofia dos cornetos, bem como suas consequências e outras alteraçoes funcionais nas cavidades nasais e seios da face.


Tomografia computadorizada no nariz e seios da face para diagnóstico de hipertrofia de cornetos
Exemplos de tomografia computadorizada de pacientes com hipertrofia de corneto

Tratamento da Hipertrofia de Cornetos


O tratamento da hipertrofia de cornetos pode ser clínico ou cirúrgico. O tratamento clínico inclui o uso de medicamentos como descongestionantes nasais e corticosteroides para reduzir a inflamação. Nos casos graves, a cirurgia, como a ressecção parcial dos cornetos ou a turbinoplastia, é indicada para desobstruir a passagem do ar.


cirurgia de hipertrofia dos cornetos


A cirurgia de hipertrofia dos cornetos, chamada turbinectomia ou turbinoplastia, remove o excesso de tecido dos cornetos nasais para melhorar a respiração. É um procedimento minimamente invasivo, realizado com anestesia geral e geralmente permite que o paciente retorne para casa no mesmo dia.



Após a turbinectomia, os pacientes podem esperar retornar à sua rotina comum dentro de alguns dias a uma semana, embora isso possa variar com base em fatores individuais e na extensão da cirurgia.

 

Dra. Danielly Andrade | Belo Horizonte - MG

Otorrinolaringologista especialista em nariz e seios da face

Dra. Danielly Andrade, otorrinolaringologista especialista em hipertrofia de cornetos na cidade de Belo Horizonte - MG

Comments


bottom of page