top of page

Sinusopatia: Tipos, causas, sintomas e tratamentos

Pontos importantes:


  • Sinusopatia é um termo amplo que se refere a qualquer doença ou distúrbio dos seios nasais, que pode incluir uma série de condições que afetam as cavidades sinusais, como as sinusites.


  • A maioria dos casos de sinusopatia, que abrange todas as doenças dos seios nasais, são de fato casos de sinusite, que é a inflamação das cavidades sinusais, por isso iremos tratar sinusopaia como sinusite.


  • É comum os laudos de exame de imagens como tomografias apresentar o termo sinusopatia para falar sobre sinusites.


O que é sinusopatia?


A sinusopatia é uma inflamação dos seios da face, que pode afetar o seio etmoidal, esfenoidal e seios maxilar. Os sintomas incluem obstrução nasal ou nariz entupido, secreção nasal ou descendo pela garganta, dor facial, sensação de pressão nos seios da face, dor de cabeça, febre, fadiga e dificuldade em sentir cheiro.

sinusopatia

Quais são os diferentes tipos de seios da face próximos ao nariz e aos olhos?

Os seios da face são o seio etmoidal, esfenoidal e seios maxilar. Situadas nas laterais do nariz, acima dos dentes da maxila e abaixo das órbitas dos olhos. Eles são revestidos por mucosa e desempenham uma função importante no sistema respiratório, ajudando a filtrar, umedecer e aquecer o ar que respiramos, além de participar da defesa do corpo contra partículas estranhas.


Existem diferentes tipos de sinusopatia:


Classificação por seio da face:



Classificação por causa:


  • Sinusopatia infecciosa: Causada por uma infecção, como sinusite bacteriana ou fúngica.

  • Sinusopatia alérgica: Causada por uma reação alérgica, como rinite alérgica.

  • Sinusopatia por obstrução: Causada por uma obstrução dos canais sinusais, como hipertrofia de cornetos ou polipos nasais.

  • Sinusopatia secundária a outros problemas de saúde: Causada por outros problemas de saúde, como desvio de septo nasal ou tumores.


Classificação por tempo ou curso de duração:



Observe que cada tipo de sinusopatia pode ter uma combinação única de sintomas, causas e duração, e alguns tipos podem ser mais graves do que outros. É importante procurar atendimento médico para avaliar e tratar adequadamente a sinusopatia.


O quê a sinusopatia pode causar? Quais são os sintomas?


A sinusopatia pode causar dor de cabeça, congestão nasal, pressão facial, dor nos olhos, dificuldade de respiração pelo nariz, perda de olfato e/ou gosto. Mas tenha em mente que é possível ter um diagnóstico de "sinais de sinusopatia" em um exame de imagem sem apresentar sintomas aparentes.


Posso ter sinusopatia sem sintomas aparentes?


Sim, é possível ter sinusopatia sem apresentar sintomas aparentes. A sinusopatia é uma condição que pode afetar os seios nasais sem causar sintomas ou causar sintomas leves que não interferem significativamente na qualidade de vida da pessoa. No entanto, mesmo sem sintomas aparentes, é importante procurar atendimento médico regular para avaliar a saúde dos seios nasais e garantir que a condição não evolua para uma forma mais grave.


O que causa a sinusopatia?


Classificação por tipo de causa:


  • Infecciosa: causada por uma infecção bacteriana, fúngica ou viral.

  • Alérgica: causada por uma reação alérgica a uma substância como pólen, pelo de animais ou poeira.

  • Obstrução: causada por uma obstrução dos canais sinusais, como hipertrofia de cornetos ou polipos nasais.

  • Outras condições médicas: causada por outras condições médicas, como desvio de septo nasal ou tumores.

  • Fatores ambientais: causada por fatores ambientais, como mudanças de pressão atmosférica ou fumaça.

Cada causa de sinusopatia pode ter uma combinação única de sintomas e duração, e algumas causas podem ser mais graves do que outras. É importante procurar atendimento médico para avaliar e tratar adequadamente a sinusopatia.


sinusopatia
Causas anatômicas | Causas inflamatórias e infecciosas


Quais são os sinais e sintomas da sinusopatia?

Sintomas nasais:


  • Congestão nasal: sensação de entupimento ou bloqueio no nariz, dificuldade para respirar pelo nariz.

  • Coriza: produção excessiva de muco nasal, que pode ser claro ou esverdeado.

  • Espirros: necessidade repetida de espirrar, que pode ser acompanhada de congestão nasal.

  • Obstrução nasal: sensação de entupimento ou bloqueio no nariz, dificuldade para respirar pelo nariz.

  • Pressão ou dor no rosto: dor ou pressão ao redor dos olhos, da testa, das bochechas ou da mandíbula.


Sintomas na cabeça e face:


  • Dor de cabeça: dor persistente local ou difusa, que pode ser agravada pela inclinação da cabeça.

  • Pressão ou dor na testa: sensação de pressão ou dor no meio da testa, que pode ser agravada pela inclinação da cabeça.

  • Dor de dentes ou ouvidos: dor ou desconforto nos dentes ou ouvidos, que pode ser agravado pela pressão ou movimento da mandíbula.


Sintomas respiratórios:


  • Dificuldade para respirar: sensação de falta de ar ou dificuldade para respirar, especialmente quando se está deitado.

  • Respiração curta ou ofegante: respiração rápida ou superficial, que pode ser acompanhada por fadiga ou falta de ar.


Sintomas gerais:


  • Fadiga: sensação geral de cansaço ou esgotamento, sem motivo aparente.

  • Febre: elevação da temperatura corporal acima dos valores normais.

  • Mal-estar: sensação geral de desconforto ou doença, sem motivo aparente.

  • Perda de olfato ou paladar: dificuldade para sentir cheiros ou sabores, ou uma alteração na intensidade dos cheiros ou sabores.

Estes sintomas podem ser intensos ou leves, dependendo da gravidade da sinusopatia, e algumas pessoas podem apresentar mais sintomas do que outras. É importante procurar atendimento médico para avaliar e tratar adequadamente a sinusopatia.


Como a sinusopatia é diagnosticada? Como saber se tenho sinusopatia?


Um estudo da Universidade do Michigan mostra que 99% dos diagnósticos de sinusite crônica por não especialistas estão errados.

O médico geralmente irá iniciar com uma análise dos sintomas e histórico médico do paciente.


Em seguida, o médico irá realizar um exame físico, avaliando a face e os seios da face para verificar a presença de inflamação, vermelhidão ou outros sinais de obstrução. Além disso, o médico pode realizar um exame nasal, incluindo a inspeção dos seios da face e a avaliação da respiração nasal.


Os exames complementares podem incluir tomografias computadorizadas ou ressonâncias magnéticas dos seios da face. Esses exames são úteis para visualizar o interior dos seios da face e identificar sinais de inflamação, obstrução ou presença de líquido.


O objetivo é identificar a causa subjacente da condição e garantir o tratamento adequado.



Endoscopia nasal
Endoscopia Nasal
sinusopatia
A tomografia computadorizada à esquerda da tela demonstra seios nasais normais cheios de ar que parecem pretos. A imagem da tomografia computadorizada à direita da tela demonstra o bloqueio sinusal. A área cinzenta é tecido inchado.

O que é sinais de sinusopatia?


Sinais de sinusopatia é um termo médico usado para descrever alterações nos seios da face, que são as cavidades nasais e os seios paranasais. Estas alterações podem ser vistas em exames de imagem como tomografias computadorizadas (TC) ou ressonâncias magnéticas (RM). Sinais de sinusopatia podem incluir inflamação, obstrução, acúmulo de líquido ou outras alterações. Estes sinais podem indicar a presença de uma doença sinusal, como sinusite, rinite alérgica ou outras condições.


O que é sinusopatia inflamatória?


Sinusopatia inflamatória é um termo usado para descrever uma condição na qual os seios paranasais (os seios da face) estão inflamados. Esta condição pode ser causada por infecções, alergias, ou outras condições médicas. Os sintomas incluem congestão nasal, dor de cabeça, dor facial, corrimento nasal, tosse, e falta de ar. O tratamento depende da causa subjacente e pode incluir medicamentos, cirurgia, ou outras terapias.


Qual é o tratamento para sinusopatia?

O tratamento para sinusopatia depende da sua causa subjacente e da gravidade dos sintomas. Em geral, o tratamento envolve uma combinação de medidas de auto-cuidado, medicamentos e, em alguns casos, cirurgia.


Medidas de auto-cuidado:


  • Umidificação: Inalar vapor quente ou usar umidificadores para ajudar a aliviar a congestão nasal e a dor de cabeça.

  • Lavagem nasal: Usar soluções salinas para lavar o nariz e remover o muco acumulado.

  • Evitar alérgenos: Evite os alérgenos conhecidos que causam sinusite, como poeira, pólen e animais de estimação.

Medicamentos:


  • Anti-histamínicos: Usados para tratar a sinusite alérgica, ajudam a aliviar a congestão nasal e a coceira.

  • Descongestionantes nasais: Ajudam a aliviar a congestão nasal e a melhorar a respiração nasal.

  • Corticosteroides nasais: Usados para tratar a inflamação dos seios da face, ajudam a aliviar a congestão nasal e a dor de cabeça.

  • Antibióticos: Usados para tratar a sinusite bacteriana, ajudam a combater a infecção e a melhorar os sintomas.

Cirurgia:


  • Cirurgia endoscópica nasal: Usada para remover a obstrução dos seios da face através de pequenas incisões nasais.

Em resumo, o tratamento para sinusopatia pode incluir medidas de auto-cuidado, medicamentos e cirurgia, dependendo da causa subjacente da condição e da gravidade dos sintomas. É importante que o tratamento seja supervisionado por um médico para garantir que a condição seja tratada adequadamente.


Cirurgia endoscópica nasal para sinusite


Algumas infecções podem ser tratadas com terapia médica e/ou mudanças de estilo de vida, enquanto outras podem exigir cirurgia, como as sinusites crônicas e recorrentes.

A cirurgia para sinsute é realizada para remover a obstrução dos seios da face e melhorar a drenagem nasal.


A cirurgia endoscópica nasal é uma técnica minimamente invasiva para tratar a sinusopatia. É realizada através de pequenas incisões nasais, e um endoscópio é inserido na narina para visualizar as estruturas dos seios da face. A cirurgia endoscópica nasal é uma opção para pacientes com sinusopatia crônica que não respondem ao tratamento clínico, incluindo medicamentos e terapias, ou para aqueles que desejam evitar uma cirurgia aberta mais invasiva.


A cirurgia endoscópica nasal é realizada com anestesia geral para minimizar o desconforto do paciente. Durante a cirurgia, o cirurgião usa instrumentos especiais para remover o tecido obstruído dos seios da face, incluindo polpas, tumores e tecido hipertrofiado. Além disso, o cirurgião pode ampliar as aberturas naturais dos seios da face para melhorar a drenagem nasal.


A duração da cirurgia endoscópica nasal depende da complexidade da sinusopatia e do número de seios da face afetados, mas pode variar de 1 a 2 horas.


No pós-operatório imediato, o paciente pode sentir alguma congestão nasal, dor e inchaço, que são geralmente controlados com medicamentos prescritos pelo médico.


A maioria das pessoas volta a trabalhar ou retoma suas atividades regulares em cerca de 1 a 2 semanas após a cirurgia.


Que complicações estão associadas à sinusopatia?

Embora não aconteça com muita frequência, as infecções dos seios da face não tratadas podem ser fatais, causando meningite ou infectando o cérebro, os olhos ou os ossos próximos. A meningite é uma infecção das membranas (meninges) que cobrem o cérebro e a medula espinhal.

 

Dra. Danielly Andrade

Dra. Danielly Andrade, Médica otorrinolaringologista especialista em sinusopatia em Belo Horizonte - MG

Comments


bottom of page